Início Artigos Se essa crise fosse minha…

Se essa crise fosse minha…

240
1
COMPARTILHAR

Na semana passada, notícia publicada no jornal Folha de S.Paulo pretendeu explicitar o tamanho da crise em nosso país, com um título enfático: “Lucro de bancos privados cai, mesmo com juro alto no Brasil”.

Pensei comigo: se até os bancos estão perdendo dinheiro, a coisa está realmente feia… Então, fui ler a notícia. Comparando-se o primeiro trimestre de 2015 com 2016, o lucro líquido do Itaú caiu 9,9% e o do Bradesco, 3,8%; apenas o Santander teria lucrado mais, aumentando em 1,7%.

Um interessante infográfico do jornal mostrava a variação dos lucros. No primeiro trimestre deste ano, o Itaú obteve um lucro líquido de 5,2 bilhões de reais; o Bradesco, de 4,1 bilhões; o Santander, 1,6 bilhão. Um momento: somados, os três maiores bancos privados do país, em meio à “crise”, obtiveram um lucro líquido superior a 10 bilhões de reais!

Quer dizer, então, que essa chamada “crise” pela qual passamos tem facetas diferentes em nossa sociedade. É o aumento da pobreza e das desigualdades no estrato inferior da pirâmide social, condenando muitos à condição da miséria. Por outro lado, no estrato superior, é apenas a redução dos lucros bilionários?!

Quando olho para minha conta bancária e para o meu extrato do cartão de crédito, sinto uma inveja dessa crise dos bancos…

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here